quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O samba-rock que ainda respira e muito bem



Vencedores do 23º Prêmio Tim de Música Brasileira, Melhor Grupo, pelo álbum Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa, a banda originada no bairro de Candeias mostra que com quase trinta anos permanece na ativa preservando a excelente qualidade musical caracterizada desde sua fundação encabeçando o manifesto "Caranguejos com Cérebro" originando posteriormente o Manguebeat, um dos mais importantes movimentos criado pela contracultura recifense no século XX.

Buscando aprimorar a estética particular transmanchine, desenvolvida pela própria banda, como forma de remodelar elementos do shake e samba através da cultura de raiz pernambucana faz do disco lançado ano passado, contendo onze composições inéditas, um dos mais peculiares da discografia recente. Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa faz jus a personalidade construída em meio tantos anos, músicas com temática envolvendo o cotidiano a exemplo de "Ela é Indie".



Criado em 1984, mas só apenas lançando o primeiro disco dez anos após de fundado sob título Samba Esquema Noise, clássico incontestável e um dos melhores trabalhos na representação do manguebeat tornando-se um marco não apenas para o grupo e sim para toda uma geração em formação ligada a cultura popular local. Bandas como o próprio Mundo Livre S/A, Chico Scense & Nação Zumbi, Faces do Subúrbio e a extinta Mestre Ambrósio que apesar de apresentarem diferentes gêneros estavam interligadas enquanto movimento.

No momento o grupo liderado por Fred 04 segue em turnê tendo shows previstos neste mês nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Juiz de Fora e Uberlândia divulgando a nova composição da discografia recentemente premiada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro mostrando a boa fase atual. Em entrevista ao site Rock-o-Rama Fred comentou da vontade de criar um projeto musical paralelo ao Mundo Livre S/A com parceiros de grupo e convidados especiais, mas ainda sem nome ou data pré-definidas demonstrando que ainda tem muita música para cantar.


ÁLBUNS LANÇADOS

Samba Esquema Noise (1994)

Talvez junto com Da Lama ao Caos de Chico Sciense & Nação Zumbi seja o maior expoente do movimento manguebeat apresentando a vertente marcante do último grande movimento musical brasileiro do Século XX.

Aclamado como um dos melhores discos dos anos 1990 e mais tarde como um dos melhores de todos os tempos nacionais. Apresentando canções como Manguebit, Livre iniciativa e Homero, o Junkie.

Guentando a Ôia (1996)

Lançada dois anos após o brilhante álbum de estréia, tão boa quanto, este contempla trazer novas canções, algumas com batidas mais frenéticas do que no antecessor a exemplo de Roendo os restos de Ronald Reagan, que não faz referência ao ex-presidente norte-americano.

Outras músicas de destaque são: Leonor, Destruindo a camada de ozônio, Free word, Computadores fazem arte, Desafiando Roma, Militando na contra-informação.

Carnaval na Obra (1998)

Terceiro disco e último na década de 1990. Quem sabe junto com Afrociberdelia (1997) de Chico Sciense & Nação Zumbi e Fuá na casa de Cabral (1998), Mestre Ambrósio, represente o auge do Manguebeat já que em seguida passa ter menor destaque como movimento.

Composto pelas músicas Ultrapassado, Maroca, Negócio do Brasil, O africano e o ariano, Compromisso de morte entre demais forma um bom, mas não excelente álbum.

 Por Pouco (2000)

Pode ser que seja o cd com a maior quantidade de letras que caíram no gosto popular como as belíssimas Meu Esquema e Garota de Ipanema, numa versão estilizada, do eterno clássico de Vinícius de Moraes.

Por Pouco é o álbum mais próximo da MPB que o grupo tenha feito ao longo desses anos preservando a autenticidade do samba apresentada na canção de abertura O mistério do samba.

O Outro Mundo de Manuela Rosário (2004)

Após a discografia impecável de Por Pouco, um dos melhores trabalhos até aqui, Fred 04 junto os componentes do Mundo Livre S/A trazem letras ora cômicas ora engenhosas retratando a confusão presente no cotidiano das pessoas por impasses envolvendo situações políticas ou pessoais misturando aspectos já tão presente como a criatividade e espontaneidade, mas sempre prezando pela variedade de gêneros como maracatu, samba, rock e fortes batidas eletrônicas.

Bebadogroove - EP (2005)

Até agora o único projeto realizado em vinil. Contendo sete faixas entre elas a inteligente, não é para menos em se tratando de Mundo Livre S/A, Laura Bush tem um senhor problema com uma sonoridade digna de todos os méritos recebidos pelos arranjos da canção.

O experimentalismo nas músicas assim como a criatividade sempre esteve presente no repertório da banda e Bebadogroove é a síntese dessa composição.

Combat Samba - E Se a Gente Sequestrasse o Trem Das 11? (2008)

Coletânea de algumas músicas já gravadas e a inédita Estela (A Fumaça do Pagé Miti Subitxxy) é o que forma este cd, não fica entre os melhores já criados, porém, mesmo assim passa longe de ser considerado ruim.

No repertório estão letras como O mistério do samba (Por Pouco), Livre iniciativa (Samba Esquema Noise) e A expressão exata (Carnaval na Obra).

Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa (2011)

Sétimo e no momento último disco lançado pela gravadora Coqueiro Verde e que busca relembrar projetos anteriores, chegando mais próximo de Por Pouco, precisamente, do que qualquer outro.

Melodias de fácil compreensão e sonoramente leve, já tão presente, como Constelação carinhoca e O Velho James Browse já dizia remetendo idéia de antigas marchinhas de carnaval de blocos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O pensamento é o ensaio da ação." (Sigmund Freud)
Pode também entrar em contato através do e-mail allanlemos@hotmail.com