quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A educação que não é aprendida em casa

Algum tempo atrás no próprio blog escrevi outro texto sobre a temática abordada na postagem de hoje, mas devido a perda do material antigo na transição do sistema Blogger para Google+ resolvi novamente redigir algo referente ao assunto a ser tratado: a falta de educação das pessoas para com as outras em ambientes sejam eles públicos ou não no qual convivem e até consigo mesmo mostrando muitas vezes imaturidade da consciência perante o meio social.

No decorrer dessa semana certos fatos que presenciei, acumulados a passagens anteriores, me fizeram parar e pensar o quanto as pessoas no geral estão ficando cada vez mais mal-educadas, sujas no sentido de não respeitar a limpeza do local onde se encontram e ainda por cima donas da verdade beirando a insensatez da ignorância. Em muitos dos casos é dado a resposta que a vida corrida passa ser responsável pela falta de cuidados com aquilo que está à nossa volta enquanto na verdade não é.

Durante o último final de semana e o desenvolver dos demais dias tendo como ponto de partida no domingo enquanto fui ao principal shopping do centro da cidade, lugar que normalmente evito ir por ser vizinho de outro mais confortável, entretanto, sem o filme que gostaria de assistir em cartaz e devido a isso terminei deslocando para esse, Shopping Boa Vista, um ambiente incoerente com o status do lugar, lixo espalhado dentro do estabelecimento, falta de organização nas bilheterias do cinema onde pessoas empurravam e furavam fila na maior despreocupação e etc.

Quando alguém se propõe pagar para ver um filme no cinema deve ao menos entender que assim como ele outros também farão exatamente a mesma coisa e a melhor atitude é saber respeitar o próximo evitando mal estar desnecessários a exemplo, furar filas, ocupar assento não pertencente naquele momento e por incrível que pareça evitar conversas paralelas dentro da sala de exibição culminando às vezes até com gritos de pura amostração pública. É extremamente desconfortável presenciar tamanha desconsideração pensando que atitudes infelizes desse gênero podem ter algum senso racional chegando aos seus autores ficarem chateados quando chamados atenção.

A minha última vez no cinema do Shopping Boa Vista não foi as das melhores porque além de encontrar uma praça sucateada com preços incompatíveis ao serviço oferecido deparei com o problema que era pra ser resolvido em casa, educação ou melhor a ausência dela. Receber um empurrão de alguém desesperado para furtar seu lugar nunca é agradável assim como em plena sessão cantarem parabéns com direito a fotos, torta e vela estrelinha mostra a necessidade de querer aparecer e pior ver a direção responsável pelo local não tomar alguma providência.

Chega ser vexatório acompanhar tais fatos no qual a inexistência de cordialidade impera sobre aqueles que tentam manter uma programação tranquila durante o final de semana, mas como também pode e acontece em via de regra nos demais dias, levando muitas vezes que deixemos de fazer algo do nosso agrado devido inconveniência provocada por aqueles sem alguma noção comportamental de estar na presença de outras pessoas onde seja lá as razão pensam que posturas torpes de mau gosto os beneficiam.

Parece que quanto mais progredimos socialmente em contrapartida retroagimos nos quesitos básicos, exemplo, não falar alto, se comportar perante outras pessoas, não jogar lixo no chão, valores esses que aprendemos na intimidade familiar dada pelos nossos pais ou responsáveis mostrando que se hoje temos uma sociedade até certo ponto ignorante parte desse problema deve a incapacidade da criação dos filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O pensamento é o ensaio da ação." (Sigmund Freud)
Pode também entrar em contato através do e-mail allanlemos@hotmail.com