quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Porto de Galinhas: Uma praia com seus encantos

Apesar do inverno ser a estação predominante por esses meses em Recife e todo restante da região, tornando dessa forma passeios as principais praias urbanas como Boa Viagem, Pina e Piedade inviáveis (ao menos para mim), por conter certo risco a saúde, não somente ligado a possíveis ataques de tubarões (essa é a menor das razões), mas estar exposto contrair doenças a exemplo de pano branco, micose e toxoplasmose, a solução encontrada muitas vez para poder aproveitar o mar é seguir para rotas alternativas, dentre algumas: Marinha Farinha, Calhetas, Coroa do Avião e claro Porto de Galinhas.

Eleita em diversas oportunidades como a melhor praia do Brasil, chegando a ficar por dez anos consecutivos em primeiro lugar no ranking da revista Viagem e Turismo, editora Abril, Porto de Galinhas ganhou inúmeras definições entre elas "pedacinho do Caribe" devido água cristalina, brisa suave, incontáveis bares, restaurantes, pousadas e da famosa casa noturna Birosca da Cachaça (parada obrigatória para estiver pela vila durante a noite) transformou a localidade num dos pontos mais disputados pelos turistas que visitam Pernambuco assim como moradores de outras regiões do estado.

Mesmo em época de baixa estação a praia de nome curioso ligado ao período colonial vive repleta de pessoas que aproveitam a inter-temporada para circular pela vila, conhecer o centro comercial, visitar alguns dos ateliês presentes, explorar programas ligados ao ecoturismo como mergulho nas piscinas naturais, trilhas pelo mangue e mata atlântica, passeios de jangada e bugres. Tamanho status também seus pontos negativos a exemplo de preços exorbitantes seja em alimentação, transporte e nas famosas lembrancinhas, chegando cobrar até o preço de R$ 80 numa camiseta t-shirt (convenhamos é um valor alto demais).

Outro aspecto nada bom é a má conservação de parte de algumas vias por parte do governo municipal, cidade de Ipojuca, pouco iluminadas quando a noite chega, esburacadas e em alguns casos não asfaltadas, dificultando a locomoção dos indivíduos que lá vão e também dos possíveis riscos de assaltos, sem contar problemas estruturais de algumas praças, muitas tomadas pelo mato, e de falta de limpeza urbana, existe ruas bastante sujas além dos constantes engarrafamos para conseguir chegar ao local devido problemas na estrada estadual, PE-38, responsabilidade do governo de Pernambuco, que permite acesso à praia.

Contudo, não podemos esquecer que tais dificuldades não são exclusividade de Porto de Galinhas, praticamente em todo o país há problemas em pontos turísticos seja em Pernambuco, Natal, Espirito Santo, Rio de Janeiro ou qualquer outra, mas a programação quando bem feita e atento eventuais problemáticas torna-se um passeio agradável e proveitoso em todos os sentidos nele a espaço para todos os gostos e estilos, indo desde pessoas com a simples vontade de conhecer, passando pelos o que procuraram algum atrativo presente na praia. No mais é ir, explorar e tentar se divertir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O pensamento é o ensaio da ação." (Sigmund Freud)
Pode também entrar em contato através do e-mail allanlemos@hotmail.com